Discipulando por meio da célula

Muitos pastores sérios de igrejas em células têm procurado ter uma forte ênfase no discipulado em suas igrejas, mas temem que isso possa vir a competir com as células. O segredo é ter líderes de células que estejam liderando e supervisionando o processo de discipulado.

Quando um discipulado profundo flui por meio da estrutura de células que já existe, isso promove saúde espiritual dos membros da célula, reforça autênticos relacionamentos dentro da célula e atrai novas pessoas por causa da transformação genuína acontecendo na vida daqueles que estão comprometidos com a célula.

Uma vez que o coração da célula é o discipulado, o líder da célula se reproduz na vida dos seus aprendizes. Logo, muitos líderes serão reproduzidos, e então a célula se multiplica! Temos dito aos nossos líderes de célula: “Você quer multiplicar sua célula? Multiplique a si mesmo primeiro!” Existem boas formas de praticar esse discipulado. Vou compartilhar como fazemos: Praticamos o discipulado um a um em todos os níveis da estrutura da célula. Toda semana os pastores de célula irão discipular, um a um, os supervisores que estão sob seus cuidados. Os supervisores irão discipular os líderes de célula que estão sob seus cuidados. Os líderes da célula discipulam os auxiliares; os auxiliares, os membros da mesma célula, e os membros da célula são encorajados a fazer discípulos. Obviamente, uma vez que a ênfase está na qualidade, encorajamos cada discipulador a ter poucos discípulos,para que possa cuidar muito bem de cada um.

Esse discipulado acontece durante a semana, e a reunião da célula se torna um tipo de “celebração” do fazer-discípulos que está constantemente avançando na vida daqueles membros da célula. Para facilitar o processo do discipulado, encorajamos cada “micro-célula” de discipulador/ discípulo a ter um tempo estabelecido toda semana. Durante esse tempo de discipulado, o discipulador vai investir no seu discípulo em algumas áreas-chave: seu relacionamento com Deus, seus relacionamentos familiares e seu envolvimento com a célula. Ele irá treiná-lo a alcançar seu “oikos” para Jesus, e então treiná-lo como discipular um a um as pessoas que ele está ganhando para Jesus!

Discipulado é um relacionamento profundo de amor. Por causa disso, o discipulador e o discípulo devem sempre ser do mesmo gênero. Um bom discipulador percebe que ele é apenas um instrumento nas mãos de Deus para que a vida de Deus seja derramada na vida do seu discípulo. Ele não deve criar dependência do discípulo em si mesmo (o discipulador), mas sempre buscar um modelo de relacionamento profundo com Jesus.

Pr. Abe Huber

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s